iconBR DE EN CN ES RU
Image
Icon
Felipe | 2. dezembro 2022

CS:GO – BNE trocará de treinador para 2023

Logo após surpreender o cenário competitivo de CS:GO em 2022, a Bad News Eagle se prepara para uma nova temporada. Então, a primeira grande mudança será na comissão técnica, trazendo um treinador mais experiente para liderar o elenco.

Além disso, boatos sugerem que o time, sem organização para representar, está recebendo propostas. Uma delas seria da Team SoloMid, que anunciou seu retorno ao jogo depois de anos sem montar uma equipe.

Treinador da Bad News Eagle CSGO

Imagem: João Ferreira PGL

Campanha no CS:GO em 2022

Apesar de uma boa campanha em 2022, o treinador da Albânia, Klesti “stikle-” Kola, deixará a equipe ao final do ano. Ele ajudou a BNE a conseguir classificação para dois grandes eventos nesta temporada.

Dessa forma, a equipe disputou os Majors: PGL Antuérpia e o IEM Rio de Janeiro, sendo que, nesse segundo, surpreendeu a muitos. A princípio, passaram do estágio Challengers com 3-0, vencendo a 00 Nation , BIG e GamerLegion.

Então, na etapa Legends, venceu a FaZe Clan, que dominou a primeira metade da temporada 2022 de CS:GO. Mesmo assim, não conseguiram sua classificação para os playoffs.

Ontem, no dia 01 de dezembro, Stikle- publicou em sua conta oficial no Twitter que estará saindo da BNE. Segundo ele, a decisão acontece devido a questões de saúde física, estresse e divergências nas visões para o futuro.

Ele foi um dos principais apoiadores do elenco sem organização, ao lado do entrevistador, James Banks. Ambos se voluntariaram para que o projeto pudesse acontecer e ter sucesso, mesmo com pouca infraestrutura.

Ele ainda ressaltou que cresceu muito ao lado do elenco, mesmo quando muitos pensavam ser impossível ter bons resultados. Por fim, afirmou que isso não será um fim para ambas as partes, indicando que ele voltará para o CS:GO no futuro.

Novo treinador da equipe

Enquanto o atual treinador se prepara para deixar o cargo e cuidar de sua saúde, rumores já sugerem quem será o próximo na lista. Segundo especulações, o campeão de Major, Devilwalk, estava treinando com os jogadores de Kosovo.

Além disso, ele está sem contrato com organizações de CS:GO, podendo aderir a qualquer projeto que tenha uma boa proposta. Dessa forma, tudo indica que ele já está trabalhando junto com a BNE.

Anteriormente, ele deixou a FPX no final de 2021, mas ainda atuando dentro do cenário competitivo de CS:GO. Como jogador, ele foi campeão do Major DreamHack Inverno 2013, representando a organização europeia Fnatic.

Leia também: COD – Polêmica no cenário competitivo

Pouco tempo depois, atingiu uma marca histórica, sendo novamente campeão de Major, mas agora como treinador. Também pela Fnatic, ele liderou o elenco na campanha do ESL One Colônia, no ano de 2015.

Até o momento, ele ainda é a única pessoa que realizou esse feito na história do CS:GO. Ou seja, ele tem muita experiência e bagagem para levar a Bad News Eagle mais longe em eventos futuros.

Capa: João Ferreira / PGL