Image
Icon
Yasser | 21. janeiro 2022

Opinião: Como chegam os times favoritos para o CBLOL 2022?

O ano de 2022 mal começou e o, CBLOL, Campeonato Brasileiro de League of Legends já está próximo de dar o seu pontapé inicial, visto que começará já neste sábado. Será o segundo ano da edição de franquias do campeonato, estabelecida no ano passado. Também seria a primeira vez em que o evento aconteceria totalmente de forma presencial, com público nos jogos da fase regular, playoffs e grande final, mas infelizmente, por conta do agravamento da pandemia de Covid-19 e a nova variante Omicron. Em razão da proximidade do começo do evento, preparamos um artigo opinativo sobre um assunto que sempre gera debate: “Quem chega melhor?”.

FURIA tem muito talento, mas vem pressionada para o CBLOL

Muito comentada nesses últimos meses, a FURIA vem como uma das organizações favoritas para a disputa do CBLOL, pois segundo especialistas e a própria comunidade do campeonato e do League of Legends em geral, apontam que a equipe se deu muito bem na janela de transferências. Foi a primeira vez que o time investiu pesado na sua line up de League of Legends e, por conta disso, deve ser esperado um bom retorno, principalmente esportivamente falando. As contratações de fNb, Ranger, Envy, Netuno, RedBert e Maestro geram muita expectativa, assim como gera muita pressão interna na mesma proporção, ainda que os componentes do time venham a negar. É inevitável não se sentir pressionado em algum momento e isso pode acabar afetando a equipe ao decorrer do CBLOL, que é um campeonato longo e necessita muito foco. Porém, é claro, com exceção de Netuno e fNb, todos na equipe já conquistaram ao menos dois títulos do campeonato em sua carreira e possuem muita experiência, sabendo talvez lidar melhor com esse fato.

Time que tá ganhando não se mexe

A RED Canids Kalunga seguiu aquele famoso ditado de “em time que tá ganhando não se mexe”. E a organização não errou nessa decisão. Afinal de contas, a equipe que conta com Guigo, Aegis (Melhor jogador, caçador e revelação da competição no ano de 2021), Avenger, Grevthar, Titan, Jojo e sob o comando de Coelho, foi campeã do CBLOL no ano passado e fez uma campanha aceitável no Mundial de League of Legends. Até houveram sondagens e burburinhos sobre uma possível saída de Avenger, que acabou não se concretizando. A RED Canids vem muito forte para a disputa do título e pode “surpreender” novamente aqueles que acham que o campeonato se passa apenas pelas equipes mais “hypadas”. 

red

RED Canids manteve o mesmo elenco para o ano de 2022 (Imagem: CBLOL)

Mudar faz bem

Agora estamos com o outro lado da moeda. A paiN Gaming reformulou totalmente o seu elenco com a saída de Tinowns, DyNquedo, Luci e a pausa temporária na carreira do astro brTT. A equipe, que foi campeã em 2021, até desempenhou bem no segundo split, mas com os contratos se encerrando do mid laner e top laner do time, se viram obrigados a buscar outras alternativas no mercado, já que os jogadores optaram por não continuar na equipe. As contratações da rota inferior, Trigo e Damage, apesar de não terem sido tão “hypadas”, a princípio, soam como acertos da organização. Dois jogadores um pouco fora dos holofotes, sem muita mídia, mas que tiveram um ótimo ano de 2021 e possuem muito talento, além de bastante entrosamento, já que estiveram juntos na etapa passada. Já para a rota do meio, pode ser visto como um “downgrade”, visto que dyNquedo não está na melhor fase de sua carreira e Tinowns, por outro lado, além de reforçar um rival direto, estava voando. Porém, o ex-LOUD, KaBuM! e Operation Kino possui um talento inegável, além de bastante e sinergia com o caçador Cariok, pois já jogaram juntos na Havan Liberty no passado. Resta saber se o mid laner conseguirá recuperar as boas performances, já que esquecer, não deve ter esquecido. Partindo para a última adição da equipe, Wizer, o sul-coreano que jogou muito bem na KaBuM! em 2020, tomará o lugar de Robo, que também estava voando nas últimas etapas pela paiN. É a maior incógnita, pois Wizer, nos últimos tempos, teve apenas atuações apagadas e alguns lampejos de genialidade, mas não foi constante. Resta saber se as mudanças para a paiN farão bem ou mal.

loud tin robo

Tinowns e Robo foram anunciados na LOUD, tendo deixado a paiN Gaming após um título conquistado (Imagem: LOUD)

Menos conteúdo, mais caneco

O subtítulo pode parecer um pouco desrespeitoso, mas não passa de uma brincadeira que a comunidade sempre repete. É claro que os jogadores passados da equipe, comissão técnica e a própria LOUD buscavam o tão sonhado caneco do CBLOL, não há dúvidas disso. Porém, apesar de ser uma brincadeira, parte do público acredita que a equipe não está ligando para a parte esportivo, mas sim apenas para o conteúdo. E com a chegada de Tinowns e Robo, duas contratações de peso e de provável custo elevado, escancaram que a LOUD quer sim o título do CBLOL. A ida de Tay para a selva, em busca de uma renovação em sua carreira e abrindo espaço para Robo assumir a top lane, a manutenção de uma bot lane forte e que são a cara da LOUD como DudsTheBoy e Ceos e a mudança de dyNquedo para Tinowns colocam a organização em um patamar muito forte na busca pelo título. A pergunta que fica é: “A LOUD finalmente vai encaixar ou vai ser só mais um reflexo do que foi em 2021?”

O roteiro perfeito para a INTZ voltar a vencer o CBLOL

Roteiros nem sempre tratam sobre a sétima arte. Mas isso não muda o fato de que eu não entendo nada sobre cinema e roteiros. O que eu posso afirmar é, que por experiência própria, todos gostam de uma história com uma boa volta por cima. Quem não se emociona com aquelas tramas em que o gigante sucateado já desacreditado e, por muitas vezes, caçoado, consegue se recuperar e mostrar que não está morto? É o roteiro perfeito que a INTZ pode ter em 2022. Desde 2020 a organização não conquista um título, pode até parecer pouco, mas a pressão imposta pela torcida e pela comunidade pela falta de grandes investimentos e contratação, faz com que seja criado um drama e uma “pequena crise” para os Intrépidos. Vir de baixo, desacreditado e com apostas em seu elenco pode fazer com que a INTZ surpreenda a todos, não só comunidade, torcida e especialistas, mas também as organizações que possam vir a subestimar a organização mais vitoriosa da história do League of Legends brasileiro.

yampi intz

INTZ trouxe Yampi para o seu elenco do CBLOL 2022 (Imagem: INTZ / Twitter)

Leia também: LoL: Riot Games anuncia que CBLOL terá começo em formato remoto; entenda

Uma perguntinha: para você, quem são as equipes que chegam como favorita para o tão sonhado título do CBLOL 2022? Para responder, é fácil, basta interagir com a gente nas nossas redes sociais. E, falando nisso, se você gostou da matéria, siga agora mesmo o Fragster em seu Twitter e não perca mais nenhum conteúdo sobre Esports, Hardware, League of Legends e muitos outros games!