iconBR DE EN CN ES RU
Image
Icon
Jonathan | 6. outubro 2022

Cypher agora está no The Range falando sobre o Agente 21

Um novo controlador está definido para ingressar no novo protocolo do Valorant muito em breve. Temos um Easter Egg no escritório de Cypher na área de treinamento que fornece a maior pista sobre as habilidades do Agente 21 até agora. Também confirma o que já sabíamos e comentamos aqui no Fragster, o Agente 21 terá o poder da água, possivelmente até de maneira semelhante a Viper.

Valorant Agent 21 Water Wall Tea

Barreira de água parecida com o E da Viper (Direito de imagem reservado a Riot Games)

Uma das habilidades do Agente 21 pode ser uma parede de água

A Riot Games provocou semelhanças com a Viper no passado, apontando para um controlador que pode cobrir “grandes áreas abertas”. Um clipe de áudio no notebook também fornece pistas sobre a história do agente indiano, extraída de uma operação de campo para poder localizar ela nas buscas.

E sim, um Cypher agora está do lado de fora de seu escritório, brincando com a sua ”moedinha” enquanto você passa, e também te julgando  enquanto você se movimenta ou erra tiros durante o seu treinamento.

Uma imagem que acompanha tudo isso, fornece mais pistas sobre as habilidades de Batra. Ele mostra cinco soldados do REALM de frente para uma parede de água, ao lado do mesmo símbolo que acompanhou durante todos os outros Easter Eggs.

Valorant Agent 21 Board 1024x576 1

Mapa exibido dentro do escritório que fica no the range (Direito de imagem reservado a Riot Games)

Áudio sobre as pistas

O arquivo de áudio será reproduzido enquanto você interage com o notebook, uma gravação de uma troca entre o que parece ser dois soldados discutindo seu alvo:

“Não acredito, é uma pena”, disse uma voz. “Depois de todos esses anos de serviço, Batra é um herói, não um traidor.”

Mas outra voz contradiz esse relato:

“Ele roubou um artefato com poder que nunca vimos antes e tentou assassinar Greaves”, disse uma segunda voz.

O Greaves em questão é o Capitão Greaves, o homem que Fade contatou para perguntar sobre Batra. Ele diz a Fade que Batra não é mais empregado pela REALM, a organização que recupera artefatos históricos e antiguidades do mercado negro e os devolve aos seus países de origem.

Na verdade, Batra agora é um fugitivo, tendo roubado um “artefato de valor inestimável”. O e-mail de Greaves termina com um aviso conciso para parar de investigar mais. Um segundo e-mail de Greaves parece mais ameaçador, depois de descobrir um comunicador abandonado que sugere que Batra esteve em contato com Fade:

“Varun Batra não olha para você”, ele insistiu.